Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

CARTA AO NOSSO AMIGO DR ARNALDO

9 de setembro de 2013
Home » Históricos Emocionantes » CARTA AO NOSSO AMIGO DR ARNALDO

Leia na hora certa - Use o leitor QR Code e armazene este assunto para ler diretamente em seu Smartphone

No dia 06/09/2012 ficou marcado como o primeiro mais importante dia de nossas vidas.
Depois de dois tratamentos mal sucedidos e uma tentativa infrutífera de adoção, estávamos uns trapos humanos, com o nosso emocional em frangalhos.
Mas, eu tinha comigo uma certeza: NASCI PARA SER MÃE, só me faltava encontrar um instrumento que colocasse essa idéia em ação.
E, depois de muita procura, de uma pesquisa imensa sobre um profissional sério que abraçasse a nossa causa, que não passasse a mão sobre nossas cabeças fazendo promessas, mas segurasse nas nossas mãos e nos dissesse: vamos em frente, estou com vocês, eu compro a sua briga, achei o Dr. Arnaldo.
Formei não só informações, como também um dossiê completo com os sucessos dele. Próximo passo, convencer à família (somos do Rio de Janeiro e a Clínica era em São Paulo), pois minha mãe e minha irmã embarcaram nessa, não só emocionalmente, como também financeiramente, nos ajudando a realizar este sonho. E consegui!
O primeiro contato foi com a doce Mariana, sua assistente, que veio como um anjo anunciando a nossa vitória, que falou a frase que me fez decidir por tudo, frase essa que eu tinha guardada em meu íntimo e não tinha coragem de falar: “você tem que ser mãe de um filho gerado em você”. Era o passaporte para o que vinha adiante.
Coletamos os óvulos e os “peixinhos” do meu marido e entregamos a Deus.
Minha certeza era imensa, sabia que já havia dado certo!
Daí começaram os passos angustiantes e decisivos.
No dia seguinte, 07/09/2012, recebemos a ligação da embriologista Patrícia ainda no ônibus de volta ao Rio de Janeiro, dizendo que cinco dos meus guerreirinhos haviam fecundado, e que o próximo passo era esperar pelos cinco dias posteriores (tempo que o Dr. Arnaldo considera como “seleção natural”) os que sobrevivem após esse período são considerados os mais fortes.
Três foram os que sobreviveram, e marcamos a transferência para o dia 11/09/2012, dia do aniversário do meu marido, e eu o prometi que daria este presente para ele, que devido ao trabalho havia ficado no Rio de Janeiro.
No dia da transferência o Dr. Arnaldo conversou comigo e minha mãe dizendo que uma gravidez múltipla sempre requer mais cuidados e, diante da minha idade, seria mais aconselhável colocarmos somente dois embriões.
E em 21/09/2012 recebemos a melhor, mais emocionante e mais importante notícia de nossas vidas: ESTAVA GRÁVIDA! Grávida de um serzinho que hoje está com quase quatro meses, e que mudou completamente as nossas vidas para melhor. Grávida do guerreiro que se chama J.G!
Hoje, um ano após, venho agradecer a todas estas pessoas que ajudaram a construir esta história. Primeiro a este ser iluminado, Dr. Arnaldo, que com sua dedicação transforma vidas como as nossas. Também à incansável e competentíssima Mariana (que amo de paixão!), às meninas da recepção, sempre tão amáveis, às mãos delicadas da Fran, pois nem sentia as picadas das injeções, aos meninos que sempre nos ajudavam a “cercar” um taxi, enfim a TODOS da IPGO, pois vocês fazem parte desta nossa linda história.
Obrigada de coração,

R.C., D. e J.G.

Comments

comments