Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

Histórico Marisa

Home » Históricos Emocionantes » Histórico Marisa
Agende sua Consulta

Leia na hora certa - Use o leitor QR Code e armazene este assunto para ler diretamente em seu Smartphone

Dr. Arnaldo
Após tantos desejos, angústia e tensão, fui presenteada com uma gravidez gemelar logo na primeira tentativa! Foi uma alegria indescritível. Logo na realização da primeira ultrassonografia, ouvi o coraçãozinho dos bebês. Foi um momento mágico! muito feliz! A Internet foi uma ótima aliada nessa minha realização, pois, foi através dela que descobri um mestre em reprodução assistida, o Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi.

Minha historia é igual a de muitas mulheres…., fui adiando a minha gravidez, para depois dos 35 anos, e não sabia que a partir desta idade, a mulher passa a apresentar mais dificuldades para engravidar normalmente, necessitando, em muitos casos, de ajuda médica. Quando decidi pela gravidez, aparecerem os problemas, mas, Graças a Deus, encontrei o INSTITUTO PAULISTA DE GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E MEDICINA DA REPRODUÇÃO, para solucioná-los. Já havia procurado vários centros de reprodução assistida, mas sempre parava nas dificuldades, em muitas vezes devido ao alto custo do tratamento e as exigências do uso de medicamentos importados e caríssimos.

No IPGO, foi muiiiito fácil fazer o tratamento! Como resido distante da cidade de São Paulo, fiz 95% do tratamento na minha própria cidade, que são os exames. Tudo enviado através da net ou via correios..Apenas me desloquei para o IPGO no dia “D”..O melhor de todos….ah, gostaria também de dizer que, embora pequeno, o tratamento tem seus custos financeiros, mas quem decide como vai ser pago é o paciente!..tudo parcelado!

Dr. Arnaldo é muito humano e competente e ninguém sai de lá sozinho, e sim com seus pimpolhos…

“A gravidez, embora seja um fenômeno natural e corriqueiro, às vezes depende de ajuda, mas não desanime, insista neste desejo, pois ser mãe, é o sonho de todo o sexo feminino”.

*Marisa.

*(o nome foi alterado para preservar a identidade da paciente)

Para saber mais sobre o Projeto Baby-Bag click aqui

Comments

comments