Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

“O sucesso do tratamento de fertilização assistida não se restringe ao teste de gravidez positivo. Muito mais que isso, é a garantia de que a mãe e o bebê permanecerão saudáveis desde o início dos procedimentos até o nascimento da criança. Afinal, de nada adianta alcançar rapidamente a gravidez única, gemelar ou até mesmo tripla, se o tratamento e a gravidez provocarem complicações que levem ao comprometimento da saúde do bebê e da mãe durante o tratamento a que estiver sendo submetida”
Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi

Dia Internacional da Mulher 08 de março de 2015

17 de março de 2015
Home » Artigos e Releases » Dia Internacional da Mulher 08 de março de 2015

Leia na hora certa - Use o leitor QR Code e armazene este assunto para ler diretamente em seu Smartphone

Neste Dia Internacional da Mulher, gostaríamos de parabenizar todas elas. Afinal, com muita luta e persistência, as mulheres têm atingido muitas conquistas como o direito de votar, estudar e trabalhar fora. Isso sem falar na revolução comportamental que a pílula anticoncepcional proporcionou. Mais livre e dona de seu nariz, a mulher agora batalha o direito de ser profissionalmente valorizada e ter ganhos iguais aos dos homens.
Porém, infelizmente, ela continua mais suscetível a doenças, e nosso papel como profissionais da saúde é proporcionar o seu bem-estar para que continuem sua jornada de sucesso. Assim, nosso conselho é que sempre busquem ajuda de um profissional, ao primeiro sinal de que algo não vai bem.
Uma das doenças que só atingem o sexo feminino, por exemplo, é a endometriose. Misteriosa e culpada por muitas dores e dias úteis perdidos, seu diagnóstico costuma não ser muito rápido. Estima-se que, atualmente, ela atinge 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva, podendo alcançar 50% dos casos em pacientes inférteis ou com dor pélvica crônica.
Nos tratamentos de infertilidade é feita uma avaliação da cavidade uterina o que ajuda a afastar alterações como pólipos, miomas, septos ou aderências. O melhor exame para essa investigação é a vídeo-histeroscopia (visualização da cavidade uterina por um endoscópio), que, além de diagnosticar as alterações citadas, pode, por meio de uma biópsia, identificar outros problemas que sejam prejudiciais ao processo de colocação de embriões, em casos de tratamentos para engravidar.

Saiba mais clicando aqui

Comments

comments