Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

“O sucesso do tratamento de fertilização assistida não se restringe ao teste de gravidez positivo. Muito mais que isso, é a garantia de que a mãe e o bebê permanecerão saudáveis desde o início dos procedimentos até o nascimento da criança. Afinal, de nada adianta alcançar rapidamente a gravidez única, gemelar ou até mesmo tripla, se o tratamento e a gravidez provocarem complicações que levem ao comprometimento da saúde do bebê e da mãe durante o tratamento a que estiver sendo submetida”
Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi

Histórias de Perseverança

Home » Histórias de Perseverança

As histórias de uma clínica de reprodução humana sempre envolvem pacientes que demonstram, em vários graus, atitudes de determinação. Desde o primeiro mês que um casal tentou engravidar e não conseguiu, inicia-se uma longa trajetória de frustrações pelo bebê que não vem. Já nos primeiros meses de tentativa para engravidar naturalmente, o casal começa o caminho da persistência; a mulher observa no ciclo menstrual os dias de maior fertilidade, procura o seu ginecologista geral e faz os primeiros exames. Esta busca pela gestação pode durar meses e até anos, dependendo das dificuldades orgânicas encontradas e da perseverança do casal.

A tolerância aos exames e aos tratamentos é variável de casal para casal, e principalmente para as mulheres. Muitas delas, com alguma razão, mesmo antes de iniciar a técnica mais simples de reprodução assistida (indução da ovulação do coito programado), relatam estar exaustas desta busca e que já estão no limite de sua tolerância.

Embora eu respeite o cansaço destas mulheres, penso em alguns casais, como estes que contam suas histórias neste capítulo. Um deles (Letícia e Rogério), engravidou na sétima tentativa de fertilização in vitro. Penso em outros, como Valéria e Tadeu, que contam sua história no capítulo 8 – Bendito é o fruto do “outro” ventre -; conseguirarm o seu filho na oitava tentativa através da barriga de aluguel, melhor chamada de útero de substituição. Existem várias histórias que demonstram esta força.

Entretanto, nem sempre é possível controlar o desânimo. Não é fácil lidar com o fracasso. Sentir que o empenho, a dedicação, os exames e os controles foram todos em vão. Perguntar a si mesma: Por que eu? Por que comigo? E não obter respostas pode ser difícil de suportar.
As três histórias deste capítulo são uma simples amostra do grande número de casais persistentes. Rosa e Odilon, Letícia e Rogério, Fábia e Francisco contam suas histórias de dedicação, vontade, coragem, determinação e fé, além do marido sempre presente. Todas elas conseguiram o seu objetivo: a gravidez!

Comments

comments