Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

Tratamentos para a TPM

Home » Tratamentos para a TPM
Agende sua Consulta

Não há um tratamento padronizado que sirva para todas as pacientes. Cada caso deve ser analisado individualmente para que possamos, através da prevalência de determinados sintomas, definir o tratamento adequado.

Em geral os tratamentos são divididos em 6 tipos, devendo ser integrados e complementares, visando sempre o bem-estar da mulher:

1 – Farmacológicos

2 – Dieta alimentar

3 – Prática de Exercícios

4 – Psicológico

5 – Acupuntura

6 – Terapia com Floral

 

Para cada um dos grupos (I, II, III, IV) será definido o tipo de tratamento.

1) Tratamento Farmacológico

Os medicamentos relacionados são produtos úteis que amenizam os sintomas, mas não são capazes de sozinhos, resolver o problema. A base do tratamento é a integração de todos as possibilidades terapêuticas. Embora existam fórmulas prontas ou manipuladas que podem ser adquiridas em farmácias, a utilização isolada deve ser provisória e sob prescrição médica.

– Vitamina B6 ansiolítos, calmante, Implantes Hormonais
– Óleo de primula
– Magnésio
– Cálcio
– Vitamina A
– Vitamina E
– Diuréticos antiinflamatórios
– Hormônios
– Contraceptivos
– Danazol
– Agonistas do GnHR
– Inibidores de Serotonina Antiiflamatório (Mirena e Implanon)

2) Dieta Alimentar

As principais recomendações incluem diminuição do uso de açúcar, sal, cafeína, álcool e gordura.

Insira em sua alimentação produtos dietéticos. Em vez de fazer três refeições ao dia, faça várias refeições pequenas para manter o nível de açúcar constante no organismo. Tente não ficar mais de 3 horas sem comer.

Alimentos Permitidos

– bolacha doce, pão sem sal
– arroz, feijão e macarrão
– carne de peixe, frango, miúdos
– hortaliças como: alface, acelga, almeirão, brócolis, chicória, couve, espinafre, repolho, couve-flor e outros
– legumes como: abobrinha, vagem, jiló, chuchu, quiabo, pepino, pimenta, cenoura, erva-doce, nabo, rabanete, beterraba
– suco de frutas
– frutas (com exceção das referidas abaixo)

Alimentos Não Permitidos (esgotam as reservas de complexo B, alteram o metabolismo, a absorção do magnésio e causam retenção de líquidos)

– batata, beringela e espinafre
– frutas (laranja, grapefruit, papaya, abacaxi, tomate e abacate)
– alimentos naturais (leite, queijo, yogurte e requeijão)
– bebidas alcoólicas
– café, chá preto, chá mate, refrigerantes a base de cola.
– refrigerantes (principalmente os cafeinados como a coca-cola)
– doces (chocolate, bala, sorvete, etc…) e açúcar
– gelatina
– salgadinhos (batata-frita, amendoim salgado, castanha de caju, etc)
– pão com sal, bolacha, biscoitos em geral

3) Exercícios

Faça regularmente exercícios principalmente os aeróbicos que podem melhorar os sintomas mamários e a retenção de líquidos. Estudos têm demonstrado que mulheres que realizam atividade física aeróbica pelo menos três vezes por semana, tem menos sintomas de TPM que as sedentárias.

4) Psicológico / Mudança Comportamental

As mulheres que sofrem de TPM severa geralmente estão com alto nível de estresse e têm humor bastante variável. Assim sendo, mudanças nos hábitos de vida que podem estar prejudicando o equilíbrio emocional são bastante indicadas.

O Apoio Psicológico durante o tratamento da TPM é indicado, pois além de contribuir para o alívio do stress, das angústias e ansiedades que se manifestam nesta fase, proporcionam um maior bem-estar psíquico à mulher. Este espaço para o tratamento das emoções e das alterações afetivas visa oferecer à paciente uma maior compreensão das causas de suas angústias e ansiedades, trazendo, consequentemente, modificações em seu comportamento. Mulheres que freqüentam sessões de psicoterapia desenvolvem a autopercepção e lidam melhor com os sintomas. O psicólogo poderá oferecer um acompanhamento que busque fortalecer, na mulher, a capacidade de compreender e “administrar” melhor suas emoções.

5) Acupuntura

Acupuntura é uma técnica de tratamento milenar baseada nos conhecimentos da Medicina Tradicional Chinesa. O conceito de saúde está ligado à harmonia e ao equilíbrio energético do organismo, e esta harmonia pode ser conseguida através da introdução de agulhas em alguns pontos específicos do corpo. Esta conduta faz com que a energia circule de forma harmoniosa dentro de canais específicos determinados por esta ciência.

A Síndrome da Tensão Pré-Menstrual, em geral, descreve sintomas emocionais e físicos que ocorrem antes do período menstrual. A principal causa de ocorrência destes sintomas, segundo a acupuntura é a estagnação desta energia no fígado. Assim, o problema não está ligado ao funcionamento fisiológico do órgão,mas a sua função energética que sofre um congestionamento e provoca os sintomas.

6) Terapia Floral

Florais são infusões naturais extraídas de flores silvestres, que atuam nos estados psíquicos e emocionais de seres humanos e animais, removendo os bloqueios energéticos que resultam em doenças.

Os florais não causam dependência nem têm efeitos colaterais nocivos, e não é preciso suspender qualquer outro medicamento que se esteja usando.

Internacionalmente reconhecida, a terapia floral foi incluída no grupo de medicinas alternativas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde – OMS – em 1976.

A terapia floral por complementar outras formas de tratamento, não toma o lugar da medicina alopática, pois atua num nível mental e espiritual sem interferir em nenhum outro tipo de tratamento.

Dinan Dhom Pimentel Sátyro – Terapeuta Floral e Reki – CRT 36.673

Comments

comments